quarta-feira, 5 de março de 2014

Passos Coelho não quer regresso ao passado mas não tem nada contra o regresso ao passado passado!

O Primeiro-Ministro disse esta tarde, durante o debate quinzenal na Assembleia da República, que não quer voltar ao passado no que diz respeito aos salários na função pública. No entanto, segundo conseguimos apurar, Passos Coelho quer voltar ao passado passado da função pública, quando os funcionários do estado eram pagos com uma côdea e um seguro de saúde, não tinham carreira nem objectivos de produtividade. Portanto, o chefe de governo recusa voltar ao início da idade moderna, porque isso seria um retrocesso, mas defende o regresso à idade média dos salários na função pública, o que já parece ser um avanço. O debate terá terminado com vivas vindos das bancadas dos partidos da coligação: "Viva el-rei dom Passos Coelho, viva!".

Nenhum comentário:

Postar um comentário