segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Afinal, Crato (não) quer Inglês no I Ciclo e pede ajuda!...

... Jesus nos acuda! Ou se calhar, depois de ontem, é melhor não! Confuso? Vá, quantos dedos está a ver? Ui, tantos? Eram só 22... Então é assim: Nuno Crato não quer obrigar os alunos a ter Inglês no I Ciclo no âmbito das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC's), porque obrigar é um mau princípio... Eu sei do que Crato fala, porque uma vez tentei obrigar uma prima minha a dar-me um beijo na boca e o meu tio partiu-ma! O que Crato quer é obrigá-los a ter - what do you call it?, é isso - Inglês no I Ciclo, como parte integrante do currículo. Confused? Para mim, em cujo o cérebro a lógica das coisas demora muito mais tempo a emergir do que num koala abraçado a uma árvore a trinta metros do chão (pausa) num dia de vento - Fuck the system, all right, yéh! - o que isto quer dizer é que o senhor coveiro da escola pública - e que nas horas vagas desta fatigante e exigente tarefa faz de ministro da educação - não quer Inglês no I Ciclo e pediu ao Conselho Nacional de Educação (CNE) que o ajude a perceber como é que ele vai aparafusar o ensino do Inglês ao Currículo do I Ciclo, a par da Matemática, Português e Estudo do Meio, sem desmanchar o ensino do Inglês no II e III Ciclos, que é quando ele acha mesmo que o Inglês deve ser lecionado. Ou aí, ou na universidade da terceira idade, Crato ainda não sabe bem e está indeciso... Still confused? As cenas da vida de Jesus ontem à noite no D. Afonso Henriques também não ajudam, pois não? Eu já vi e revi as imagens de Jesus às lamparinas aos agentes da PSP, de dentes cerrados e a mascar chiclet, e nem uma mecha de cabelo fora do sítio! Depois, pus a tocar o novo album da Kátia Aveiro, "Boom sem parar", enquanto via novamente as imagens de Jesus a alambazar nos agentes da autoridade, a ver se aquilo fazia algum sentido e aí... já fez! Aí, já fez, ao som de Kátia a cantar em espanhol e de dois uisques duplos sem gelo de rajada! Até dancei um bocadinho e depois do terceiro uisque naõ só fez sentido como saí à rua e enfardei no primeiro agente da PSP que encontrei e mandei pôr na conta de Jesus. E do Crato, porque aquilo do Jesus é a prova de que o sistema educativo português anda a falhar há pelo menos cinco décadas...
PS. Se o Jesus fosse o Klopp hoje havia bandeiras hasteadas a meia haste na sede do Comando Nacional da PSP...

Nenhum comentário:

Postar um comentário