quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Serão de domingo à noite

Bem sei que hoje é quarta-feira, e que há portanto, uma certa desactualização do tema, mas ando a recuperar desde domingo à noite do serão televisivo de domingo à noite e só agora, duas transfusões de sangue e uma caixa de comprimidos para os nervos depois, é que me encontro em condições de abordar o assunto, apesar de ainda não mexer o lado direito todo e ter um cateter enfiado no pulso esquerdo para me manter alimentado, porque o médico disse que o que ingeri no domingo à noite tinha níveis de toxicidade suficientes para arrumar com o aparelho digestivo de uma manada de bois barrosões inteira! Hoje vou falar-vos, na medida em que o indizível o permite… disso, portanto. Para se ter uma ideia da dificuldade, é como fazer o retrato físico e psicológico do Joseph Blatter sem sofrer um avc. Impossível, dirão alguns, mesmo assim, vou arriscar, porque o risco é o nome do meio desta profissão, seja ela qual for! Então, o que a Sic propunha era que escolhêssemos entre o Berg, que é um ursinho de peluche com rastas, muito fofinho, mas que já tem uns aninhos a mais, uns quilinhos a mais e um bocadinho de borboto e o José Freitas, cujo estilo musical e o retrato físico resulta de um cruzamento perfeito entre o corpo do Toy, o vozeirão do Marco Paulo e as cascatas de suor do Michael Bolton in concert. Entre as escolhas a fazer havia ainda o D8, que é uma espécie de Sport Billy com pilhas e a Mariana, que começou no programa por ser uma rapariga tímida e introvertida das ilhas mas que hoje é a Lady Gaga com óculos de fundo de garrafa dos açores! Pediam ainda aos portugueses para tomarem partido entre dois grupos corais adolescentes, com nomes sugestivos: “Aurora”, que é um coral improvável de Justin Bieberes e as “Cup-cake”, que vai dar um óptimo conjunto de baile. Como é óbvio, não consegui decidir e mudei para a Tvi. Eu sei o que é que vocês estão a pensar: porque é que mudaste para a Tvi se não gostas da Casa dos Segredos? É simples, porque se não o tivesse feito não teria do que falar hoje convosco e, além disso, adoro a comida que eles servem nos cateteres dos hospitais, muito melhor do que o sobrevalorizado buffet frio ou as hors-d’oeuvre à base de salgadinhos do Lidl, que é o que se pode arranjar. Na Casa dos Segredos 2,3/S da Tvi, escola que eu não queria que os meus filhos frequentassem, há mais nus integrais por m2 que no balneário da equipa de basquetebol dos Chicago Bulls. Pessoalmente, como sou contra a pornografia infantil, mudei para os desenhos animados que estavam a dar nos braços da Sónia Tavares, em simultâneo com o Factor X. Agora se não se importam vou ali à janela soltar meia-dúzia de pombos e treinar a mira com uma pressão de ar que herdei do meu pai, que se me acabaram as gaivotas, que um dia sem espalhar a paz pelo mundo, para mim, não é dia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário