sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Por um éne se ganha, por um éne se perde...

A cientista Maria Mota, do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa, e que desenvolveu uma investigação muito importante no campo da Malária, acaba de vencer o prémio Pessoa. Marina Mota já reagiu a esta distinção: "é triste morrer assim na praia. Foi por muito pouco, mas já se sabe, por um éne se ganha, por um éne se perde"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário