sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Crato anda desconfiado da Sorbonne e não só ...

  1. O ministro da Educação de Portugal anda desconfiado de uma série de cursos da Sorbonne, Oxford e Harvard e já pôs a Direção Geral da Educação a investigar o grau de exigência destes estabelecimentos de ensino. Na mira de Crato está nomeadamente o curso de Filosofia da Universidade francesa e os MBA em gestão e economia da Universidade Americana.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Parlamento coreano da Madeira organiza "Jogo das Cadeiras" mas Jardim faltou

O Assembleia da Coreia do Norte da Madeira organizou esta manhã, no âmbito das celebrações natalícias do parlamento regional, o "Jogo das Cadeiras", mas apenas o deputado do PND, Hélder Spínola, se inscreveu na atividade. Spínola fez questão de jogar mesmo assim e sentou-se na cadeira do presidente do governo regional, exigindo depois o respectivo prémio. O deputado do PND acabou por ser levado à força por outros meninos, que não quiseram brincar e marcaram novo jogo para daqui a dias.

Crato anda desconfiado dos licenciados em escolas superiores de educação, que o Pai Natal exista mesmo e sobre a verdadeira identidade da filha de Nené

Em entrevista esclarecedora ontem à RTP, o ministro da educação confessou que anda desconfiado dos "licenciados em escolas superiores de educação". O ministro não evidenciou, contudo, qualquer desconfiança em relação às escolas superiores de educação em si mesmas, tanto é, que todas elas abriram as portas esta manhã e continuarão a formar técnicos para a área da Educação, pelo menos, até ao fecho do expediente. Entretanto, Nuno Crato nada disse sobre as Escolas Superiores de Gestão, sobres as Escolas Superiores de Hotelaria e sobre as Escolas Superiores de Teatro e Cinema, mas deduz-se que ande preocupado. Sabe-se agora que o ministério homologa com a pulga atrás da orelha os cursos das Escolas Superiores de Educação, e daí a Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades (PACC), que, sabe-se também agora, serve para apanhar na rede professores com menos de cinco anos de serviço docente oriundos dessas, sabemos agora, escolazecas. Agora, faz tudo tudo muito mais sentido. Tanto sentido como o cruzar de pernas de Catarina Furtado do Cláudio Ramos. O ministro Nuno Crato não avançou ainda assim qualquer medida para apanhar em flagrante delito de falta de competência professores com mais de cinco anos de serviço que tiraram os cursos nas ditas Escolas Superiores de Educação, e que estão isentos da prova. O ministro também não disse nada sobre como pretende caçar os professores que tiraram os cursos nessas escolas, sabemos agora, incapazes e que já entraram nos quadros do ministério. Sobre os professores competentes que tiraram os seus cursos em Escolas Superiores de Educação, mas que têm mais de cinco anos de serviço, Nuno Crato não explicou como poderão fazer prova dessa competência. Por isso, por enquanto, continuarão a passar por incompetentes. Estive atento à entrevista e Nuno Crato também não disse nada sobre professores oriundos das Universidades Católica, Clássica, Letras, Portucalense, Lusíada, Minho, Coimbra e Algarve que durante a sua formação superior tenham sido apanhados a copiar durante os exames. De igual modo manteve o silêncio sobre como vai avaliar os candidatos a juízes apanhados a copiar no exame de acesso à magistratura, e que tenham menos de cinco anos de serviço. Já sobre as licenciaturas de Miguel Relvas e José Sócrates, Crato também não se pronunciou, mas como o primeiro tem menos de cinco anos de serviço no governo terá de fazer uma prova para se poder voltar a candidatar a cargos executivos no sector público. José Sócrates, que esteve mais de cinco anos em São Bento, safou-se por um ano. Nuno Crato é aquele homem que levantou finalmente a cabeça e anda à procura de culpados, vê-se que está com dificuldades mas ao menos anda à procura... É normal, eu quando olho em redor também não me consigo ver, também não me encontro. Mas ainda bem que Crato anda por aí, senão isto era uma balbúrdia! 

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Crato deu hoje gorjeta de 20 Euros a empregado de mesa que já foi professor

Num gesto simbólico de quem quer dar o primeiro passo para fazer as pazes com os professores, o ministro Nuno Crato deu e/ou devolveu hoje, dia da realização da Prova de Avaliação de Conhecimentos e Capacidades para professores com menos de cinco anos de serviço, uma gorja de 20€ a um empregado de mesa que já foi professor e que o serviu num restaurante da Baixa. Crato disse mesmo que "ele tinha imenso jeito para servir à mesa, sabia línguas estrangeiras, contas de multiplicar e o teorema de Pitágoras de trás para a frente". O ministro referiu também que tem ainda "muitas notas de 20 para distribuir por professores, assim os encontre por aí, que nas escolas é cada vez mais difícil". 

Portas quer iniciar discussão sobre aumento do salário mínimo em Janeiro mas não esclareceu quando pretende terminá-la

O vice-primeiro ministro agendou para Janeiro de 2014 a discussão sobre o aumento do salário mínimo, mas nada disse sobre quando pretende terminar os trabalhos. Fonte próxima de Paulo Portas informaram, contudo, que os trabalhos decorrerão de forma tão célere quanto os do guião para a reforma do Estado, uma vez que, segundo a mesma fonte, o Vice-Primeiro Ministro não gosta de perder tempo em assuntos desta importância.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Mario Draghi diz que Portugal vai ter um programa depois do resgate, não se sabe é qual, nem a Maya!

O presidente do Banco Central Europeu disse hoje que Portugal irá ter um "programa depois do resgate, não se sabe é qual", acrescentando: "nem a Maya faz a mínima ideia". Mário Draghi só não disse se Portugal iria ter um país depois do resgate. Sobre este ponto ou sobre o significado das tatuagens de Sónia Tavares, vocalista dos Gift e jurada do Factor X, o presidente do BCE nada quis adiantar, mas lá foi adiantando: "alguma m.... se há-de arranjar". 

domingo, 15 de dezembro de 2013

Protecção Civil lança alerta de cruzar de pernas de Claúdio Ramos

O Serviço Nacional de Protecção Civil lançou um alerta de cruzar de pernas de Cláudio Ramos para a próxima semana, mas aconselha as pessoas "a terem cuidados especiais até às celebrações de Ano Novo". Segundo o SNPC, "os grupos de risco devem ter especiais cuidados, sobretudo, homens casados que acham o João Mota um querido, metrossexuais e pessoas que trabalham no meio artístico". Segundo esta autoridade, "o risco maior reside no facto de quando o Cláudio cruza as pernas nos programas de TV em que participa, principalmente, na "Costeleta de Adão" do Canal Q, ele se parecer muito com a Catarina Furtado, que cruza as pernas exactamente da mesma maneira, o que pode levar homens de barba rija a pôr em causa as suas opções, que fará homens que põem creme de noite e base pela manhã". 

Carta de motivação

Há uma lacuna de humoristas bonítos no panorama da comédia em Portugal, que se pensava ter sido colmatada pela chegada à cena de Eduardo Jaime, conhecido apresentador do magazine cultural "Paradoxo da tangência". Contudo, estudos recentes descobriram resquícios de fealdade em Eduardo que estavam escondidos sob toneladas de base e make-up. Além disso, descobriu-se que tem verrugas e estrias. Abstenho-me igualmente de publicar fotos de Bruno Nogueira, Manuel Marques ou António Machado para sustentar a minha tese. Áh, são feios, mas fazem rir, o que num humorista, parecendo que não, dá jeito e não é propriamente dispiciendo (enquanto vocês consultam o dicionário para confirmar se dispiciendo existe e, caso exista, o que significa, eu vou continuando, se não se importarem). É verdade que fazem rir, mas fazer rir não chega no humor moderno, muito menos, no humor contemporâneo, que se encontra muito na Gulbenkian ou na aula magna! É preciso ser bonito, ter uma boa imagem e saber olhar para a câmara. É por isso que escrevo humor e posso fazer a diferença como chefe de linha numa fábrica, ou apontador num estaleiro de obra.

Exéquias de Mandela deverão acabar antes do final do ano, ou o mais tardar durante o 1.º trimestre de 2014

Maya, a conhecida taróloga e RP, que usa o nariz do professor Dumbledore apenas para confundir, previu hoje que as cerimónias fúnebres de Nelson Mandela deverão acabar lá para o final do ano ou "se a coisa se atrasar, o mais tardar durante o 1.º trimestre de 2014", referiu a também apresentadora de programas de televisão e ex professora primária, enquanto deitava cartas para uma mesa. Maya leu ainda numa mão de copas que "não há funeral que sempre dure nem vida que não se acabe", acrescentando ao analisar uma vazada de paus: "ou vice-versa". Para concluir, a conhecida adivinhadora vaticinou que "tudo começa, se desenvolve e acaba, normalmente, no fim"!

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Por um éne se ganha, por um éne se perde...

A cientista Maria Mota, do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa, e que desenvolveu uma investigação muito importante no campo da Malária, acaba de vencer o prémio Pessoa. Marina Mota já reagiu a esta distinção: "é triste morrer assim na praia. Foi por muito pouco, mas já se sabe, por um éne se ganha, por um éne se perde"!

Em caso de doença, tomar a medicação todinha até ao fim

O Hélder manda dizer que é muito fofinho e que se for tomado com moderação não tem efeitos secundários nem causa habituação. Não substitui, contudo, a medicação no caso de doença, ou de falso intérprete de linguagem gestual, que é a mesma coisa.  

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Papa Francisco prefere Clooney a Banderas mas Portas não comenta

Depois das notícias que dão António Banderas como forte candidato a fazer de Papa Francisco no cinema, o Sumo Pontífice já veio a público dizer que "apesar de ficar bem com a camiseta do Boca Juniores, o Banderas não é suficientemente sexy para fazer de mim. Além disso, o George Clooney fica muito melhor paramentado". Até à hora de fecho desta edição, procurámos obter uma reacção do vice Primeiro-Ministro de Portugal a esta questão, mas sem sucesso. 

domingo, 8 de dezembro de 2013

Polícias espancados em discoteca gay do Porto não eram uma banda de covers dos Village People

Segundo o que o RdE conseguiu apurar, o grupo de polícias espancado numa conhecida discoteca gay do Porto não eram uma banda de covers dos Village People como se chegou a crer, mas sim um grupo de polícias mesmo. Segundo vários clientes, presumivelmente gays, do conhecido estabelecimento de diversão nocturna, "a vida é assim mesmo, umas vezes leva-se, outras vezes dá-se, conforme se esteja virado para um lado, ou para o outro". 

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Pai, o Tribunal Constitucional não existe!

Depois de milhares de crianças terem deixado de acreditar no Pai Natal ao longo de 2013, um estudo recente do eurostat veio revelar que isso se deve, na maior parte dos casos, ao facto de os pais que se faziam passar por Pai Natal se terem suicidado, estarem sob efeito de antidepressivos ou por terem emigrado para longe e não terem dinheiro para ir a casa no Natal. Segundo o mesmo estudo, os portugueses deixaram igualmente de acreditar no Tribunal Constitucional, depois deste ter aceite o aumento na função pública das 35 para as 40 horas de trabalho semanais.

domingo, 1 de dezembro de 2013

Mário Soares disse que Cavaco Silva é o presidente de todos os desempregados

O antigo presidente da república, Mário Soares, que dizia ser o presidente de todos os portugueses, foi à aula magna e, apesar de não estar lá ninguém, pediu à senhora da limpeza para o deixar entrar e disse ALTO E BOM SOM que o actual presidente Cavaco "é o presidente de todos os desempregados". Depois apelou à revolta e cantou aquela parte do hino que diz "ÀS ARMAS, ÀS ARMAS". A seguir chegou o motorista pago pelo erário público, no carro pago pelo erário público, e foram até à fundação que já foi paga pelo erário público, onde Mário Soares tinha uma vernissage. 

Passos Coelho lamentou hoje, num dia que já não existe, que jovens qualificados que já não existem tenham de emigrar para países que ainda existem!

O Primeiro-Ministro, e ex jovem, Pedro Passos Coelho lamentou hoje, numa entrega de prémios do Instituto Português da Juventude, o facto dos jovens qualificados terem de sair do país "para se realizarem profissionalmente", mas que se lixe. No 1.º de Dezembro, e perante uma plateia de utentes de lares de idosos, o chefe de governo falou para jovens que já não existem, num dia que já não existe e saiu-se como sempre bem no domínio do surreal. Passos disse que a geração mais qualificada da nossa história será muito importante para o país, só não disse foi quando, e crucial "para evitarmos crises futuras", concluindo que daqui a quarenta anos, uma semana depois de terem regressado, espera estar a falar para os jovens que hoje se vêem obrigados a partir.