sábado, 23 de novembro de 2013

Paulo Portas demitiu-se irrevogavelmente por 17 vezes desde 2 de Julho

O vice Primeiro Ministro ter-se-á demitido de forma irrevogável pela 17.ª vez ontem mesmo, após mais uma crise, no caso, de dentes, que o tem apoquentado ultimamente. Segundo conseguimos apurar, o último pedido de demissão irrevogável de Paulo Portas terá dado entrada ontem à noite no gabinete do Primeiro Ministro, via carta entregue em mãos pela coruja Hedwig, que já pertenceu ao feiticeiro Harry Potter, pelas 22 horas, e saído pelas duas da madrugada de hoje. Passos Coelho terá lido as razões de Portas, voltado a colocar a carta no sobrescrito, juntamente com um analgésico forte, e devolvido a Hedwig a carta, que a levou de volta ao vice primeiro ministro, que apresentou melhoras significativas e já esta manhã voltou ao activo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário