domingo, 29 de setembro de 2013

Paulo Portas vai a correr votar depois de ouvir o Presidente da República dizer que "quem não for votar perde o direito de criticar"!

Depois do Presidente da República ter dito hoje que quem não for votar "perde a autoridade para criticar", um grupo de pessoas encabeçado por Paulo Portas e onde constavam nomes como Medina Carreira, Pacheco Pereira e Miguel Sousa Tavares, entre outros, precipitaram-se na direcção das respectivas assembleias de voto de modo a não perderem o direito à crítica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário