domingo, 29 de setembro de 2013

Crato imita candidato Vieira e promete leite achocolatado canalizado para todos os alunos do Ensino Básico

Nuno Crato continua a apresentar medidas umas atrás das outras e revelou hoje que "nas escolas das autarquias onde o PSD saia vencedor haverá leite achocolatado canalizado para todos os alunos até ao 9.º ano de escolaridade", à luz do que fizera o candidato Vieira nas presidenciais, quando prometeu "vinho canalizado para todos", caso fosse eleito. 

Crato quer Mandarim obrigatório no Pré-Escolar e substituir os exames do 4.º ano por MBA obrigatório em Comunicação e Marketing para alunos do I Ciclo

Depois da polémica do ensino do Inglês no I Ciclo, o ministro da educação vem agora dizer que, para além do Inglês, vai "introduzir o ensino do Mandarim logo a partir do jardim-de-infância, pois, ao contrário do inglês, possui uma grafia cheia de símbolos e peças desenhadas que se assemelham muito aos gatafunhos que as crianças fazem na faixa etária entre os três e os seis anos, pelo que se coaduna na perfeição". Nuno Crato quer ainda que todos os alunos do I Ciclo "concluam um MBA obrigatório em Comunicação e Marketing para que possam fazer o seu próprio pitch ainda antes de atingirem a puberdade".

Paulo Portas vai a correr votar depois de ouvir o Presidente da República dizer que "quem não for votar perde o direito de criticar"!

Depois do Presidente da República ter dito hoje que quem não for votar "perde a autoridade para criticar", um grupo de pessoas encabeçado por Paulo Portas e onde constavam nomes como Medina Carreira, Pacheco Pereira e Miguel Sousa Tavares, entre outros, precipitaram-se na direcção das respectivas assembleias de voto de modo a não perderem o direito à crítica.

Passos Coelho diz que há uma leitura nacional das autárquicas, mas não sabe qual é...

O Primeiro Ministro admitiu hoje à saída da escola secundária Stuart Carvalhais, em Massamá, onde votou, haver uma leitura nacional a fazer dos resultados das eleições autárquicas, mas que não sabe qual é. Passos Coelho disse aos jornalistas para irem ter com Pacheco Pereira, porque ele já tinha lido tudo o que havia para ler sobre esta matéria ou, em alternativa, com António Guterres, um dos maiores especialistas nacionais em matéria de leituras, lá está, nacionais de eleições locais.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Arquipélago da Madeira tem nove vezes mais Swap's para ver que ilhas... e faz aposta no chamado "turismo financeiro"!

A Madeira continua a apostar no turismo para sair da crise e para se demarcar do arquipélago dos Açores, onde é possível fazer "avistamento de baleias". A nova aposta do governo de Alberto João Jardim é o "Swaps Sightings", e nem sequer é necessário rumar a alto-mar. Basta ficar em terra e agendar uma visita guiada a uma das dezenas de empresas públicas que existem na ilha e que contrataram os activos tóxicos denominados como "Swaps". À disposição dos turistas estarão fatos de protecção e máscaras idênticas às utilizadas pelos trabalhadores da central nuclear de Fukushima, no Japão. 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Afinal, Crato (não) quer Inglês no I Ciclo e pede ajuda!...

... Jesus nos acuda! Ou se calhar, depois de ontem, é melhor não! Confuso? Vá, quantos dedos está a ver? Ui, tantos? Eram só 22... Então é assim: Nuno Crato não quer obrigar os alunos a ter Inglês no I Ciclo no âmbito das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC's), porque obrigar é um mau princípio... Eu sei do que Crato fala, porque uma vez tentei obrigar uma prima minha a dar-me um beijo na boca e o meu tio partiu-ma! O que Crato quer é obrigá-los a ter - what do you call it?, é isso - Inglês no I Ciclo, como parte integrante do currículo. Confused? Para mim, em cujo o cérebro a lógica das coisas demora muito mais tempo a emergir do que num koala abraçado a uma árvore a trinta metros do chão (pausa) num dia de vento - Fuck the system, all right, yéh! - o que isto quer dizer é que o senhor coveiro da escola pública - e que nas horas vagas desta fatigante e exigente tarefa faz de ministro da educação - não quer Inglês no I Ciclo e pediu ao Conselho Nacional de Educação (CNE) que o ajude a perceber como é que ele vai aparafusar o ensino do Inglês ao Currículo do I Ciclo, a par da Matemática, Português e Estudo do Meio, sem desmanchar o ensino do Inglês no II e III Ciclos, que é quando ele acha mesmo que o Inglês deve ser lecionado. Ou aí, ou na universidade da terceira idade, Crato ainda não sabe bem e está indeciso... Still confused? As cenas da vida de Jesus ontem à noite no D. Afonso Henriques também não ajudam, pois não? Eu já vi e revi as imagens de Jesus às lamparinas aos agentes da PSP, de dentes cerrados e a mascar chiclet, e nem uma mecha de cabelo fora do sítio! Depois, pus a tocar o novo album da Kátia Aveiro, "Boom sem parar", enquanto via novamente as imagens de Jesus a alambazar nos agentes da autoridade, a ver se aquilo fazia algum sentido e aí... já fez! Aí, já fez, ao som de Kátia a cantar em espanhol e de dois uisques duplos sem gelo de rajada! Até dancei um bocadinho e depois do terceiro uisque naõ só fez sentido como saí à rua e enfardei no primeiro agente da PSP que encontrei e mandei pôr na conta de Jesus. E do Crato, porque aquilo do Jesus é a prova de que o sistema educativo português anda a falhar há pelo menos cinco décadas...
PS. Se o Jesus fosse o Klopp hoje havia bandeiras hasteadas a meia haste na sede do Comando Nacional da PSP...

domingo, 15 de setembro de 2013

País exibe sinais exteriores de pobreza para impressionar a troika na véspera das oitava e nona avaliação

O RdE sabe que o governo pretende causar uma boa imagem à equipa da Troika que esta segunda-feira se desloca a Portugal no âmbito da oitava a nova avaliação do Programa de Resgate a que o país está sujeito. Segundo fontes próximas do governo, Passos Coelho deu instruções a Pedro Mota Soares para organizar a maior concentração de sem-abrigo (ou como se diz agora "reformados com pensões de miséria" ou "funcionários públicos na mobilidade") no estádio nacional. Segundo o ministro da Solidariedade e Segurança Social, que entretanto contactamos, "vão ser distribuídas t-shirts verdes, vermelhas e amarelas e o objectivo é fazer a maior bandeira nacional humana com pobrezinhos". Mota Soares acrescentou que "nem na República Centro Africana, cujo modelo de empobrecimento nos inspira, houve alguma vez algo assim, o que nos irá garantir com toda a certeza entrada directa no guiness book of records, com tudo o que isso acarreta de bom para o abaixamento dos juros da dívida pública". Segundo conseguimos apurar, o ministro da educação irá promover, por seu turno, um desfile na 5 de Outubro com professores desempregados: "vai ser o máximo! Contamos com cerca de 30 mil docentes, todos rotos e com um ar deprimido, o que dará uma cor cinzenta e um efeito de espiral recessiva ao desfile, de que a Troika tanto gosta". Crato disse ainda "sonhar com um país em que os professores que sobreviverem ao despedimento colectivo ganhem o equivalente a 200 reais, como no Brasil".

PS faz "socialismo seguro" para evitar doenças e alternativas!

O partido socialista pratica "socialismo seguro", sabe-se agora, não apenas para evitar "infecções politicamente transmissíveis" (IPT's) mas também... alternativas. Ter de apresentar alternativas poderia ser mortal para a actual direcção do partido, uma vez que ainda não foi encontrada a cura para este tipo de enfermidades, apesar dos avanços da ciência política neste domínio, sobretudo, no que a alternativas diz respeito. Para além de fazer "socialismo seguro", o PS é ainda adepto da monogamia política, tendo casado com uma ideia e praticando o socialismo apenas com ela, apesar de nenhum responsável socialista ter avançado a sua formulação ou revelado o seu conteúdo. 

Pedro Mota Soares reage a Florentino Peres e apresenta pensionista mais pobre do mundo!

No dia em que o presidente do Real Madrid apresentou o português mais bem pago do mundo, prolongando e melhorando substancialmente as contrapartidas financeiras do novo contrato que liga Cristiano Ronaldo aos madridistas até 2018, Pedro Mota Soares, ministro da Solidariedade - oi? - e da Segurança Social não quis ficar atrás e, na véspera da chegada da troika ao país, apresentou o reformado mais pobre do mundo. Apesar de não divulgar o nome verdadeiro do pensionista, nem as condições contratuais que ligam este idoso ao Estado Português, o Ministro adiantou tratar-se de um indivíduo proveniente do Bombarral, viúvo e que só em cortes na pensão já vai em três nos últimos dois anos. Mota Soares disse ainda instantes antes de enfiar o capacete e dar gás que vai prolongar os cortes à pensão deste pensionista até 2018, deixando um agradecimento "muito sentido", em nome do governo, a tudo o que ele "e tantos outros reformados" têm feito pelo país!

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Juízes do TC deveriam passar uma semana com Relvas em regime de tudo incluído para aprenderem a evoluir nos acórdãos como o Vidigal evoluía ou como Jesus amava

De cada vez que Pedro Passos Coelho olha para a constituição da equipa do Palácio Ratton devem-lhe passar pela cabeça os mesmos pensamentos maus que assomam à de Leonardo Jardim quando vê evoluir no terreno Labyad, Elias ou Boulahrouz, o meu preferido, porque num dia de nariz entupido e sem Cê Gripe à mão, rima com Moulin Rouge, o que me deixa absorto em pensamentos positivos como este: "Nicole Kidman". Coelho deve ter especial dificuldade em digerir as nomeações dos juízes "PSD" do Constitucional, que evoluem nos acórdãos tão bem como todos os outros juízes ou como Paulinho Santos sempre que via um certo Pinto a correr. Dos pensamentos maus que deverão passar pela cabeça do Primeiro-Ministro quando deita a cabeça no travesseiro, o pior deve ser este: «e se criasse um regime de mobilidade especial para os juízes do Tribunal Constitucional e os substituísse por aqueles candidatos a juízes que foram apanhados a copiar no exame de acesso à carreira da magistratura, não sem antes de os enviar para o Ratton os submeter a uma semana intensiva com Miguel Relvas, para aprenderem princípios fundamentais de... coiso, que é uma coisa que faz sempre falta, uma semana com o Relvas em regime de tudo incluído»?! A grande diferença, ainda assim, entre Leonardo Jardim e Pedro Passos Coelho é que Jardim é muito mais sensual, e não é por causa do sotaque madeirense como se pensa pois, segundo reza a lenda, a esposa grega do presidente grego do seu anterior clube na Grécia não entendia uma palavra de português... Quanto a vocês, que estão neste momento a pensar que «uma crónica deste género não cabe num espaço de humor deste género!», três coisas: 1.ª Cabe, porque eu apertei a letra e passei as margens e ainda dava para o dobro, se querem saber; 2.ª Esta é uma crónica gay que faz amor consigo própria e quer adoptar crónicas mais pequeninas; 3.ª Esta crónica não faz a distinção de género.