quarta-feira, 19 de junho de 2013

Nuno Crato não abre precedentes graves, só procedentes graves, de preferência, da parte da tarde

O RdE sabe que o ministro da educação se prepara para anunciar uma nova data para o exame de matemática do ensino básico marcado para o dia 27 de Junho. Nuno Crato, recorde-se, não alterou a data do exame de português de 12.º ano do dia 17 para o dia 20, tal como recomendou o tribunal arbitral que ajuizou improcedente o pedido do governo de marcação de serviços mínimos, por não querer, e passamos a citar, "abrir um precedente que seria gravíssimo". O ministro prepara-se agora para abrir um procedente gravíssimo, desporto que prefere, sabemos agora, a abrir precedentes gravíssimos. Declara-se então improcedente o precedente deixando-se caminho aberto ao procedente, o que faz todo o sentido, sobretudo, se tivermos uma bigorna a dividir o lobo frontal do lobo pré frontal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário