segunda-feira, 4 de março de 2013

Relvas não dorme vai para cima de meses mas jovens não desarmam!

Uma equipa de investigadores da universidade do minho, ou então não, está a investigar o estranho caso do governante Relvas, que já não dorme desde que o desemprego jovem começou a subir galopantemente há coisa de meses. Em todos os Centros de Emprego do País há mesmo contadores digitais que marcam o número de dias que faltam para que Relvas volte finalmente a dormir. Ainda hoje era possível constatar em qualquer um destes centros espalhados pelo país que faltam 852 dias para Relvas voltar a dormir. Amanhã faltarão 853! Confuso? É a vida! Entretanto, Miguel Relvas acusa os jovens que não têm emprego de lhe terem tirado o sono de forma gratuita e as posições estão cada vez mais extremadas: para o ministro, enquanto não lhe devolverem o sono ele não lança mesmo o "impulso jovem", já os jovens dizem que não vão arriscar devolver o sono ao ministro e depois ficarem a arder com o emprego. Ou seja, emprego na mão ou não há sono para ninguém. Dentro do governo há quem bufe que o ministro dos Assuntos Parlamentares anda a red bulls, caso contrário, não se aguentava, mas fonte próxima do ministro nega peremptoriamente esta tese, e acrescenta: "nem a pau de cabinda".
Notícia ficcionada

Nenhum comentário:

Postar um comentário