sábado, 11 de agosto de 2012

Série: tirando as devidas ilações da sabedoria popular...

(Entre pai e filha)

Pai - Filha, nem sei bem como te dizer isto...
Filha - O quê, pai? Vá lá! Desembucha! Já estou a ficar preocupada!
Pai - Descobri que sou gay!
Filha - Mas como... quando é que isso foi?
Pai - Foi ontem ao dar um passeio na baixa...
Filha - Descobriste que és gay aos 50 anos a passear na baixa?
Pai - (Encolhe os ombros... Abana que sim com a cabeça)
Filha - Mas quê, foi a primeira vez que foste à baixa em 50 anos?
Pai - (Efemina os gestos) Vi o homem mais lindo à face da terra...
Filha - (Olha os gestos com estupefacção) Mas pai, isso não quer dizer que sejas gay!...
Pai - Das duas, uma: ou o homem era objectivamente bonito, e então o meu fascínio não foi mais do que uma experiência estética... O sublime atrai sempre o olhar e aquilo foi apenas uma experiência kantiana... (Efemina outra vez os gestos) Ou eu sou gay e senti-me atraído por aquele deus grego que passeava na baixa de Lisboa ontem de tarde...
Filha - (Faz uma cara de quem não compreendeu nada) Pai, estás ao corrente que eu andei na escola até ao 5.º ano de gestão mas deixei de estudar na quarta classe?...
Pai - (Ignorando o comentário da filha, como se não o tivesse ouvido) Como a beleza é relativa, eu sou é gay...
Filha - (Como se de repente tudo fizesse sentido) Hum... Agora compreendo, pai! Porque não disseste logo?! Já disseste à mãe?
Pai - (Encolhe os ombros... Abana que não com a cabeça)
Filha - Aí é que vão ser elas...
Pai - (Encolhe os ombros... Abana que sim com a cabeça)
Filha - Olha, também tenho uma cena para partilhar contigo...
Pai - (Arregala os olhos como se acertasse um zoom imaginário)
Filha - Estou grávida!
Pai - O quê?! Ainda agora saíste da universidade! Nem trabalho tens! Como é que isso aconteceu?
Filha - (Olha o pai com a expressão no rosto "queres que te faça um desenho")
Pai -Tens a certeza?
Filha - Ou estou grávida ou isto são os restos dos enjoos do cruzeiro que fiz com o Joca há duas semanas no mediterrâneo... A primeira semana passou-se bem... Agora os últimos dias, nem te digo nem te conto, passava a vida a vomitar...
Pai - Um cruzeiro que fizeste com quem?
Filha - Oh pai, o Joca, já namoramos há dois meses... Já te falei dele... 
Pai - (Arregala os olhos) Mas...
Filha - Precisamente, mas... como não há coincidências, estou é grávida de três semanas...
Pai - Já disseste à mãe?
Filha - (Encolhe os ombros... Abana que não com a cabeça)
Pai - (Efemina os gestos) Aí é que vão ser elas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário