terça-feira, 7 de agosto de 2012

O autor salva o país do colapso económico

Actor - (Escrevendo no computador, a imagem é a do texto a crescer no monitor à medida que vai sendo escrito/Dito em pensamento) Tenho andado fora. (Pausa) Tenho sido um autor ausente. (Pausa) Peço-vos perdão por isso... Prometo compensar-vos... Mas o autor tem uma vida complicada... Para já vocês ainda são novos e não percebeis, mas um dia, quando vocês crescerem, eu explico-vos tudo... Agora tenho de ir... O que é que o autor faz? (Pausa) Por favor, não me façais essa pergunta, não entenderíeis... (Silêncio, leva a hipotenar ao canto do olho, enxagua aquilo que parecem lágrimas e abafa aquilo que parecem soluços, se o actor for mais ou menos). Agora ide à autora, que o autor tem de ir em missão salvar o país do colapso financeiro e das garras do terrível Coelho... Quero dizer... O autor tem de ir trabalhar... (A câmara afasta-se, apercebemo-nos de uma secretária com uma jovem mulher que escreve ao computador... O autor dá um beijo nos lábios da autora, que o agarra pelo pescoço e força uma despedida mais prolongada e melodramática...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário