quinta-feira, 26 de julho de 2012

Trovoada

Ainda tenho a trovoada da última madrugada a fazer curto nos rins e estou a suar em pinga desde as 11 da manhã e não há nada a fazer. É o tempo que vai por aí. Curto está também a fazer a malta da Frente Comum, que resolveu ir a banhos para a Praia do Comércio. Ah, foi para a Praça do Comércio e trata-se de uma acção de protesto, está mas é caladinho, oh bovino! Acho que não vale a pena irmos por aí... É assim, se querem insultar, vão ver onde anda o primeiro ministro hoje, está bem?... É assim, se eles queriam ir para a praia, seguiam até Paço de Arcos e a partir dali escolhiam um sítio qualquer. Se era para protestar, faziam uma manifestação, com cartazes e palavras de ordem. Agora, misturar prazer com negócios não... Além disso, este tipo de protesto pode desencadear uma série de outros protestos, nomeadamente, daquelas pessoas que fazem questão de não ver a Ana Avoila em biquini. O que é que se segue? A Heloísa Apolónia? Ou o Mário Nogueira de Sunga? Acho que quando é demais, é demais... Entretanto, e na sequência do que vem de trás - e pode ser muita coisa -o novo líder Norte Coreano desposou um salgadinho, a saber, uma jovem chamada Ri-Sol Ju. Eu acho bem, moderniza um regime de que se tem dúvidas que seja uma ditadura, até porque o salgadinho tem óptimo aspecto e apetece mesmo trincar... Promete ser uma espécie de Sarkozy-Bruni à coreana, porque é gente esquisita, tanto de um lado, como do outro. Entretanto, vou andar de olho no que de bom se vai fazendo em termos de humor, quer em Portugal, quer no estrangeiro. Neste sentido, hoje divulgo o nome de uma promissora humorista grega, Paraskevi Papahristou. Um nome a não esquecer ou, pelo menos, a decorar... Beijinhos a todos, sobretudo àqueles que mais precisarem...

Nenhum comentário:

Postar um comentário