sábado, 11 de fevereiro de 2012

Ministro das finanças espanhol: fujam!

Hoje vim até à fronteira de Vila Verde da Raia observar espanhóis com hematomas. Desde ontem que andam todos marcados e se vêem à rasca para disfarçar as nódoas negras. Andam amedrontados porque Cristóbal Montoro (o pai era amante de westerns spagetti), ministro das finanças, já regressou a território espanhol e parece que chegou armado até aos dentes. "É um político muito agressivo", diz quem o conhece bem e que preferiu, por razões óbvias, manter o anonimato. A sua especialidade são reformas laborais feitas em pau de marmeleiro para melhor assapar no povo, mas também é capaz de infligir dor através de decretos-lei e portarias. Não gosta de meiguices e abomina os piegas, por isso é que detesta os portugueses e admira o Pedro Passos Coelho, que nos atura apesar de sermos lamechas e nos queixarmos por tudo e por nada. Por estes dias, há duas classes acossadas no país vizinho: os juízes e os trabalhadores. Se for ao mesmo tempo juiz e trabalhador, então nesse caso, o caldo está completamente entornado. Que o diga Baltazar Garzon, que acaba de receber o prémio por ter sido durante anos o único com coragem para combater o terrorismo e a corrupção: onze anos sem poder exercer a magistratura que é para aprender a estar quietinho! Eu até propunha que Garzon viesse trabalhar para Portugal, uma vez que vai estar desempregado até 2023. Alguns de vocês poderão pensar um pouco e chegar à conclusão de ser desnecessário o magistrado espanhol, para mais tão qualificado e competente como Baltazar Garzon, vir trabalhar para um país em que não há terroristas nem corruptos. O quê? FP25?, Dias Loureiro? Oliveira e Costa? Duarte Lima?, Isaltino Morais? Agora vocês falam, é? Bem, parece-me que tenho de esclarecer uma vez mais este aspecto da vossa condição: vocês não existem e portanto o que vocês dizem também não. Agora tenho de ir andando até ao fogão, que hoje é sábado à noite, e aos sábados à noite dos anos bissextos eu e a Lu fazemos amor. Ok, é sábado sim, sábado não! Não sei como é que vocês conseguem sempre estar a par de tudo! Parecem uma câmara da TVI com o microfone sempre ligado. Sim, e só durante o solstício de inverno! Arre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário